A NUMERO 1 DE ASSAI E NÃO TEM JEITO !: Em Curitiba, 30 carros são roubados ou furtados por dia Média do ano de 2016 foi a mais alta dos últimos anos, segundo relatórios da Secretaria de Segurança

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Em Curitiba, 30 carros são roubados ou furtados por dia Média do ano de 2016 foi a mais alta dos últimos anos, segundo relatórios da Secretaria de Segurança

Rodolfo Luis Kowalski/ bem paraná
Veículos roubados em Curitiba e recuperados pelo Polícia Civil em dezembro de 2016 (foto: Polícia Civil PR)
O número de ocorrências de furto ou roubo de veículos está em alta em Curitiba e no Paraná e, atingiu no ano passado, o maior nível desde 2007, quando a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-PR) passou a divulgar seus relatórios estatísticos. Os dados apontam que entre janeiro e setembro do ano passado foi registrada uma alta de 24,05%no número de ocorrências na Capital em comparação com o mesmo período do ano anterior. No Paraná a alta foi de 28,95%.
Neste período de 2016, 8.222 veículos foram roubados ou furtados em Curitiba, uma média de 30 carros por dia levados por ladrões de carro. No ano anterior foram 6.628, também entre janeiro e setembro. No Estado todo o número saltou de 12.343 para 15.078 entre 2015 e 2016. A média diária do Paraná é bem maior que a da Capital sozinha — 89 por dia — mas é preciso levar em consideração que o Estado tem 399 municípios.
Furtos e Roubos — Um dado relevante é o aumento no número de roubos, tanto na Capital quanto no Estado. A alta deste tipo de ocorrência, normalmente com uso de violência, subiu mais que os casos de furtos — quando o proprietário do carro não está no local.
Em Curitiba os roubos subiram 31,13%, contra 18% dos casos de furtos. No Estado o cenário foi o mesmo. O número de furtos saltou 22,16%, ao passo que o de roubos cresceu 41,63%.
De acordo com a Polícia Civil, o aumento no número de roubos se deve à evolução tecnológica dos veículos. Como os modelos mais novos possuem equipamentos que dificultam o furto, assim, os criminosos acabam tendo de utilizar da ameaça ou violência para conseguir subtrarir o veículo, fazendo aumentar a estatística de veículos roubados.
Além da sensação de insegurança, contudo, o aumento nas ocorrências de furtos e roubos também vem impactando no bolso dos motoristas, mesmo aqueles que permanecem ilesos diante do crime. É que o valor dos seguros subiu, em média, 13% ao longo do último ano. Segundo o Sindicato das Seguradoras do Paraná, cerca de 24% dos veículos no estado possuem seguro. 

OCORRÊNCIAS
 Dados até setembro de cada ano
 
Furtos/2015
Furtos/2016
Roubos/2015
Roubos/2016
Curitiba
3.579
4.224
3.049
3.998
Paraná
12.343
15.078
6.618
9.373

Nenhum comentário:

Postar um comentário