A NUMERO 1 DE ASSAI E NÃO TEM JEITO !: Moradores apostam em programas de vigilância entre vizinhos para coibir crimes

sexta-feira, 17 de março de 2017

Moradores apostam em programas de vigilância entre vizinhos para coibir crimes


Programa Vizinho Solidário tem funcionado em diversos bairros de Cascavel

http://cdn-catve.trrsf.com/imagens/galeria/1489716253.jpg

A cidade cresce em todos os setores, mas tem um dado que não orgulha em nada os cascavelenses: o de índices de violência na cidade.

De acordo com os dados do 6ª BPM (Batalhão da Polícia Militar) de Cascavel, em janeiro de 2016, ocorreram 93 assaltos e furtos em veículos e moradias. No primeiro mês deste ano, subiu para 105. Já em fevereiro foram 68, menos que no mesmo período do ao período do ano passado, quando os crimes contra o patrimônio atingiram 99 casos. Estatísticas que preocupam as autoridades.

Nesta quarta-feira (15), um assalto foi registrado em um posto de combustíveis da Avenida Piquiri, Zona Norte de Cascavel. Ladrões se passaram por clientes, renderam o funcionário, quebraram a porta da loja de conveniências e levaram alimentos e dinheiro.

Em outro caso, nem o escritório da Renovação Carismática Católica foi poupado. Na madrugada desta quinta-feira (16), pelo teto, os bandidos entraram na casa e levaram imagens sacras, terços e até mesmo uma câmera fotográfica.

A Polícia Militar orienta para cuidados simples que podem evitar furtos, arrombamentos e assaltos a mão armada, principalmente ao chegar em casa e sair.

A polícia de Cascavel é considerada a que mais prende bandidos no Paraná, mas nem sempre eles ficam encarcerados por muito tempo. Audiências de custódia, relaxamento de prisões, liberam os acusados cada vez mais cedo para as ruas e com grandes casos de reincidência no crime.

Para isso que na região que compreende os bairros Claudete, Cancelli, Canadá e Country, é desenvolvido o projeto Vizinho Solidário. Seja pelas redes sociais ou por aplicativos de celular, todos estão conectados.

A placa em frente as casas mostra que os moradores estão atentos a tudo que ocorre na vizinhança. O projeto vai além das preocupações com segurança, mas também envolve trânsito e qualidade de vida. 
http://catve.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário