A NUMERO 1 DE ASSAI E NÃO TEM JEITO !: Funcionários dos Correios aceitam proposta da empresa e descartam greve em Londrina

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Funcionários dos Correios aceitam proposta da empresa e descartam greve em Londrina


Fernanda Circhia - Redação Bonde
Funcionários dos Correios de Londrina aceitam proposta da empresa em assembleias realizadas nesta quarta-feira (14) e descartam greve na cidade. Assembleias estão sendo realizadas em todo o Brasil e funcionários podem deflagrar paralisações a partir das 22h desta quarta.
No Paraná, conforme o Sintcom, Curitiba, além de oito filiais (Londrina, Maringá, Foz do Iguaçu, Apucarana, Ponta Grossa, Toledo, Terra Roxa e Cascavel), realizaram assembleias nesta quarta. Até as 20h, apenas Londrina e Apucarana haviam aceitado a proposta da empresa.
As negociações foram iniciadas há cerca de um mês com os patrões. A reivindicação era de 15% de reajuste salarial e aumento no vale-alimentação. Inicialmente, uma proposta de 6% de incremento nos salários retroativos ao mês de agosto e mais 3% para fevereiro de 2017 foi apresentada.
Segundo o diretor do Sindicato dos Trabalhadores nos Correios em Londrina, Fabiano Batista Silvério, os funcionários aceitaram a proposta de 9,5% de reajuste.
"Acreditamos que conseguimos um bom acordo apesar do cenário contrário. Alguns benefícios, como o plano de saúde, foram mantidos", afirma.
Em Londrina, 350 servidores trabalham nos Correios. Estão divididos em atendentes comerciais, balconistas, carteiros e operadores de triagem e transbordo das cartas e mercadorias recebidas diariamente.
Por meio de nota, a assessoria de imprensa da empresa afirmou que o acordo coletivo de trabalho deve ser assinado nesta quinta-feira (15). "Com isso, os valores dos reajustes deverão ser pagos ainda neste mês".

Nenhum comentário:

Postar um comentário